{ }

Seguidores

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Ano novo

O nosso caminho é feito
Pelos nossos próprios passos...
Mas a beleza da caminhada...
Depende dos que vão conosco!

Assim, neste NOVO ANO que está próximo de se iniciar
Possamos caminhar mais e mais, juntos...
Em busca de um mundo melhor, cheio de PAZ, SAÚDE, COMPREENSÃO e MUITO AMOR.

O ano se finda e tão logo o outro se inicia...
E neste ciclo do "ir" e "vir"
O tempo passa... e como passa!

Os anos se esvaem...
E nem sempre estamos atentos ao que
Realmente importa.
Deixe a vida fluir
E perceba entre tantas exigências do cotidiano...
O que é indispensável para você!

Ponha de lado o passado e até mesmo o presente!E crie uma nova vida... um novo dia...
Um novo ano que ora se inicia!
Crie um novo quadro para você!
Crie, parte por parte... em sua mente...
Até que tenha um quadro perfeito para o futuro...
Que está logo além do presente.
E assim dê início a uma nova jornada!
Que o levará a uma nova vida, a um novo lar...
E aos novos progressos na vida!

Você logo verá esta realidade, e assim encontrará
A maior Felicidade...e Recompensa...
Que o ANO NOVO renove nossas esperanças,
E que a estrela crística resplandeça em nossas vidas
E o fulgor dos nossos corações unidos se intensifique
A manifestação de um ANO NOVO repleto de vitórias!
E que o resplendor dessa chama
Seja como a tocha Que ilumina nossos caminhos
Para a construção de um futuro, repleto de alegrias!
E assim tenhamos um mundo melhor!

À todos vocês companheiros(as) que temos o mesmo ideal,
Amigos(as) que já fazem parte da minha vida,
Desejo que as experiências próximas de um ANO NOVO
Sejam construtivas, saudáveis e harmoniosas.
Muita Paz em seu contínuo despertar!

BOAS FESTAS,
2011 MUITO FELIZ
Autor: José Roberto dos Santos



terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Pensamento de amiga



Das habilidades que o mundo sabe, essa ainda é a que faz melhor ...
DAR VOLTAS!!

                         
                   Merlaine Garcês http://wwwautenticidade.blogspot.com/

A fé é um salto no escuro para os braços de Deus. Quem não tem fé, não salta, nem é abraçado. Fica apenas no escuro.

Pensamento

Não despreze ninguém, talvez você só tenha acertado porque muitos erraram antes de você.

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Mensagem

Recebí esta mensagem pelo meu aniversário, achei que é um banho de entusiasmo e motivação decidí postar porque todo dia é dia de começarmos de novo ou aumentar as energias para continuar nossos empreendimentos ou sonhar novos sonhos.


Pra começar... comemore a maravilha de ser você!
Tire seus sonhos de dentro do armário...
Repare como o tempo faz mágica...
Pense nos velhos tempos... e vire mais uma página da sua vida.
Renove-se!! Novos sonhos.... novas esperanças... novos planos... novos caminhos à serem percorridos...
À cada aniversário, um novo ciclo inicia-se... e o seu começa hj!
Erga as mangas e mão na massa...
Por mais um ano você poderá tentar e conseguir tudo aquilo q almeja...
Deus estará sempre contigo... te guiando e te protegendo....
Mmmmmmmta paz e mmmmta luz.... te desejo do fundo do coração!



quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Meu níver

[link=http://www.gifsfofos.com]
[/link]

[b]Mais recados? http://www.gifsfofos.com[/b]

Estou de níver! Agradeço a todos os amigos que passaram por aqui, aos que gostaram e voltaram, aos  que apenas passaram, mas me incentivaram, porque em um blog a gente coloca em público um pouco da gente, seja pelas palavras, imagens ou trabalhos realizados. ou seja apenas em um comentário. Compartilho com vocês meus seguidores e a todos os amigos virtuais a alegria do dia de hoje e também a reflexão que fazemos nesse dia , que é o começo de mais um ano de vida e término de outro que foi vivido dia a dia aprendendo, vivendo intensamente os momentos, muitos compartilhados com vocês. Obrigada! 

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...

Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...


William Shakespeare
 

domingo, 12 de dezembro de 2010

Pensamento

Bendito quem inventou o belo truque do calendário, pois o bom da segunda- feira, do primeiro dia do mês e de cada ano novo  é que nos dão a impressão de que a vida não continua, mas apenas recomeça...
                                                                   Mário Quintana       

                 

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Pensamento



Algumas coisas precisam cair no chão para que possamos perceber o que resiste e o que se quebra,o que é FRÁGIL e o que é ETERNO!



Fonte http://girlteen-vip.blogspot.com/

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Perdoe a si mesmo


"Há quem goste dos olhos e os que gostam da remela!", diz a "sabedoria popular". Há os que assemelham-se a urubus enquanto outros se comportam como colibris. No que tange ao perdão - ao ato de perdoar ou não - cabe ainda a comparação com rosas e espinhos.


Quem opta por não perdoar é um colecionador de espinhos, fã da remela, consumidor de alimentos com data de validade vencida. Pois são estas as sensações, os valores, os perigos e as perturbações que a ira, o desejo de vingança e a raiz de amargura fazem germinar e frutificar em quem opta pelo não perdão. Tais padrões limitantes de pensamentos, sentimentos e atos ferem quem os abraça, produzem cegueira e roubam da vida o encantamento. Abrem as portas para perturbações psicossomáticas, sobrecarregam e comprometem o bom funcionamento da mente e do coração, do corpo e da alma e azedam os relacionamentos.

Quem perdoa prefere se encantar com os cenários amorosamente criados e percebidos a partir de olhos bons, capaz ainda de energizar e iluminar todas as dimensões do corpo ou, como diria o Mestre Jesus: "Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso". Olhos sem remelas!

Quando perdoamos, faxinamos o coração e lavamos a alma, abrimos as janelas na direção de novos e reconfortantes horizontes, ao mesmo tempo em que nos libertamos das sombras com seus julgamentos, culpas e medos.

Ao vivenciarmos o perdão, deixamos de desperdiçar preciosas e sagradas energias, até então insanamente utilizadas na geração de stress elevado e nocivas batalhas mentais, verbais e até mesmo físicas.

Podemos justificar a opção pelo não perdão com os mais lógicos e contundentes argumentos; com toda certeza, não nos faltarão argumentos! Entretanto, nenhum desses infindáveis argumentos nos beneficiará, trará paz ou nos fará melhores, pois manter o ressentimento, a ira e o desejo de vingança hospedados no coração, significa infligir uma crueldade igual ou maior àquela da qual acreditamos termos sido vítimas. Não perdoar, portanto, é ser carrasco de si mesmo.

O perdão é jóia preciosa, de rara beleza, com a qual presenteamos a nós mesmos. É um ato de elevada generosidade e constitui imprescindível investimento em nossa qualidade de vida, saúde psicossomática e relacional. É um grito de independência em relação a quem nos mantemos acorrentados pelos grilhões da amargura.

O mais atingido e prejudicado com a ausência do perdão é quem se recusa a perdoar e, obvio, quem mais lucra é quem perdoa. Perdoamos alguém não pelo fato de ser ou não merecedor de perdão e sim porque merecemos contemplar a nós mesmos com esta divina dádiva, pois quem perdoa investe em si mesmo.

O perdão libera espaço na mente e no coração para ser dedicado aos amigos, a quem amamos, pois, admitamos ou não, os inimigos são mais íntimos e mais presentes em nossos pensamentos e sentimentos dos que os amigos. Não perdoamos para nos sentirmos superiores, importantes, santos ou mais bonitos, perdoamos para nos sentirmos libertos, em paz e saudáveis.

O perdão é uma prova de amor a nós mesmos: quem se ama, perdoa.
 
Fonte /http://voandoempensamentos.blogspot.com/


[...]Mas nada a detém; ela avança, rigorosa
Em rodopios nítidos
Criando vácuos onde morrem as aves.
Seu corpo, pouco a pouco
Abre-se em pétalas...
Ei-la que vem vindo
Como uma escura rosa voltejante
Surgida de um jardim imenso em trevas.
Ela vem vindo...
Desnudai-me, aversos!
Lavai-me, chuvas!
Enxugai-me, ventos!
Alvoroçai-me, auroras nascituras!
Eis que chega de longe, como a estrela
De longe, como o tempo[...]

Vinícius de Moraes

sábado, 4 de dezembro de 2010

REFLEXÕES PARA AUTOCONHECIMENTO

por: Eliana Kruschewsky - elianakruschewsky@radiestesia.com.br


“Somos responsáveis por tudo que nos acontece”... “Ninguém nem nada nos faz absolutamente nada a não ser nós mesmos...”Kryon


As pessoas precisam encontrar o caminho de volta para casa, para seu centro. A humanidade percorreu caminhos como tecnologias, capitalismos, etc. e se afastou de si. Hoje, a busca interior está se tornando uma das ações mais fortes na s pessoas. O interessante seria saber como e qual caminho que nos levará de volta
Todos nós, quando nascemos, somos únicos, sem igual e todos temos um caminho a trilhar que é somente nosso e de mais ninguém. Temos, é claro, livre arbítrio de como percorreremos este caminho, se seremos capazes de enfrentar com coragem também os revezes que esta vida nos reserva, ou se sucumbiremos a eles. A vida é uma escola, um aprendizado diário, onde teremos provas a realizar e, se não aprendemos a lição dos nossos erros do passado, recaindo sempre nos mesmos erros no presente, o nosso futuro será sempre uma repetição dos mesmos problemas sob outras formas muitas vezes.
A real ajuda é aquela que dá ao homem a possibilidade de um acompanhamento temporário, ajudando-o a soltar seus bloqueios e sugerindo caminhos alternativos quando ele está frustrado e se sentindo miserável. Mas a decisão sobre qual caminho tomar deve partir sempre exclusivamente do próprio indivíduo.

O Vento Os Monarcas



Num mundo com tantas doenças. O povo com pouca crença. Eu venho pedir cantando em sentimento e versos, eu venho pedir ao vento dar uma volta no universo. (Meditação).


Pedi ao vento que leve lembrança pra minha terra.
Pedi ao vento que leve paz, aonde tem guerra.
Pedi ao vento que leve fartura onde tem miséria.
Pedi ao vento que leve um beijo nos lábios dela.


O Vento foi,
O Vento vem,
Será que o vento já me atendeu?
Só resta agora você me entender,
Que esse vento é o nosso Deus!


Pedi ao vento que salve os jovens perdidos nas drogas.
Pedi ao vento que espalhe no céu o perfume das rosas.
Pedi ao vento que toda a nação seja gloriosa.
Pedi ao vento proteção aos filhos da mãe amorosa.

Pedi ao vento pra acalmar as ondas dos sete mares.
Pedi ao vento que leve harmonia a todos os lares.
Pedi ao vento que leve embora a impureza dos ares.
Pedi ao vento em orações que fiz nos altares.


Pedi ao vento pra nos conduzir na estrada da vida.
Pedi ao vento que encontre a criança desaparecida.
Pedi ao vento que dê ao doente conforto e guarida.
Pedi ao vento que a minha prece seja ouvida.

Composição: Edson Gaúcho







terça-feira, 30 de novembro de 2010

A vida

A vida é curta, perdoe rapidamente, ame de verdade, ria descontrolavelmente, e nunca pare de sorrir, por mais estranho que seja o motivo. E lembre-se que não há prazer sem riscos.



A vida pode não ser a festa que esperávamos, mas uma vez que estamos aqui, temos que comemorar!!!

sábado, 27 de novembro de 2010

Mulher

Encontrei essa frase no perfil da amiga Angela do blog http://tenhoqueimadura.blogspot.com/ e achei muito inspiradora:

."Mulher é mesmo interessante, mesmo brava é linda, mesmo alegre, chora; mesmo timida comemora,
mesmo apaixonada, ignora, mesmo frágil é poderosa.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Energizar


Todos, para viverem neste mundo, precisam de força, de vigor,
 de valor e de compreensão. Há 
muita gente que ao menor abalo moral entrega-se ao sofrimento e 
deixa-se enfraquecer. Essas  são as criaturas que não sabem dar valor
 ao pensamento,
 não sabem o que é energia espiritual.

É preciso reagir, reagir contra tudo, contra qualquer coisa que lhe 
possa acontecer. O homem está no mundo sujeito a vicissitudes,
 a trabalhos, a decepções, a insucessos. Ninguém está livre disso.  
Mas, ele não deve se entregar,ele não deve se deixar abater, 
aconteça o que acontecer, suceda o que suceder, ele deve altear
 sempre o seu espírito, fortificar o seu ânimo, reagir a desgostos 
e decepções, e caminhar para a frente.

Caminhar, sim, porque é preciso caminhar sempre, não parar nunca!  
Toda criatura que tem essa disposição de espírito vence, torna-se forte e 

valorosa, por maiores que sejam os desgostos, 


 por maiores que sejam as contrariedades. Ninguém se deve deixar 
abater, todos devem reagir, 
lutar e vencer.


segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Recadoseglitters.com

Originado de: Recados e Glitters - Scraps para orkut

Reflexão

Podemos acreditar que tudo que a vida nos oferecerá no futuro é repetir o que fizemos ontem e hoje. Mas, se prestarmos atenção, vamos nos dar conta de que nenhum dia é igual a outro. Cada manhã traz uma benção escondida; uma benção que só serve para esse dia e que não se pode guardar nem desaproveitar.
Se não usamos este milagre hoje, ele vai se perder.
Este milagre está nos detalhes do cotidiano; é preciso viver cada minuto porque ali encontramos a saída de nossas confusões, a alegria de nossos bons momentos, a pista correta para a decisão que tomaremos.
Nunca podemos deixar que cada dia pareça igual ao anterior porque todos os dias são diferentes, porque estamos em constante processo de mudança.
Paulo Coelho

sábado, 13 de novembro de 2010

sONHOS NÃO CICATRIZAM




Mais antigo que Cashmere Bouquet é o desejo que a mulher tinha de promover mudanças na sua situação opressiva.E muitas sempre compreenderam que a luta era só delas.O fruto do seu ventre cresce, se transforma num homem e a oprime.É uma situação patriarcal, com origens remotas, que precisava ser vasculhada, sacudida. Precisava do toque feminino para ser extinta!
Lá estavam, no nascedouro do século passado, com seus chapéus e longos vestidos, lindas, com seus sorrisos. Sonhadoras, frutos do romantismo, mas como sempre, corajosas e valentes.Um tipo de valentia diferente.
Outros sonhos ao lado dos velhos e costumeiros sonhos fabricados, estimulados pela sociedade que a queria formosa, melindrosa, mãe, esposa, obediente, calada. Ao lado da eterna espera pelo príncipe encantado, a gata borralheira transfigurou-se pouco a pouco na mulher ativa, participante, dona do seu belo destino, porque afinal, os sonhos, por mais combatidos que sejam e mais seqüelas que sofram, não morrem jamais e, curiosamente, não cicatrizam.
O teatro de revista, o “belo sexo”, os decotes, as rebeliões familiares, jovens buscando freneticamente a independência, e travando suas batalhas ao lado da moda,
Em 1922, a professora poetisa convida as mulheres a colaborar com os homens.A mulher também tem o direito de votar!
Entre lenços umedecidos de éter nos carnavais, as mocinhas iniciaram uma revolução que meio século depois iria ser finalmente deflagrada.
Tanta luta e a mulher adquiriu a sua maioridade. Conquistou seus espaços.Hoje cada vez mais ocupa cargos idênticos aos dos homens, amplia os seus direitos, participa mais ativamente da sociedade, e mais ativamente do que os homens nos movimentos políticos e nas passeatas.
Na história da periferia de São Paulo, grandes conquistas têm em seu histórico a participação decisiva das mulheres, que foram para a rua, o espaço público, reivindicar, exigir.
Ela não é mais alienada, nem submissa, mas uma guerreira, uma companheira na batalha diária pela vida.
Falo de uma mulher universal, pois ainda há muito sofrimento, muita submissão por este Brasil afora e em outras partes do mundo dogmas religiosos sacrificam brutalmente a mulher, ultrajando a sua condição de ser humano.
É necessária a compreensão de que ela não é apenas a musa inspiradora do poeta, nem tampouco um pedaço de carne sem cérebro, como quer a mídia com as suas popozudas, mas sim a grande companheira e, mais que isso, voltada exclusivamente para a vida, já que é especialista nisso, pois dá à luz, oferece à luz, traz à luz um novo ser vivo, acenando assim para o futuro.
Guerra e matança não combinam com o seu jeito, o seu estilo. De ser.
Sempre penso no coração de uma mãe na guerra ao ver seus filhos morrendo.Todo o orvalho de uma manhã seria pouco para uma comparação com suas lágrimas.
Uma palavra feminina poderia ser adequada para exprimi-la: felicidade.
Mesmo com toda a dor, toda a luta, todo o sofrimento imposto a esse ser lunar. 

MARCIANO VASQUES




http://vivaolivroinfantil.blogspot.com/2010/10/domingo-pede-palavra-31.html#links

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Pensamento

"A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos,na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade."



Carlos Drummond de Andrade
 

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Oração

Pai nosso que estás em todo o Universo Infinito , nossa morada de Luz, venha a nós o vosso reino de Amor.
Seja feita a vossa vontade soberana e justa, Assim na Terra, nossa Escola, como em todo o Universo, nossa Morada, e em nosso Universo interior.
O Pão Nosso de cada dia nos dai hoje , não somente o pão material, necessário ao nosso desenvolvimento e equilíbrio físico, como também o pão do espírito, necessário ao nosso equilíbrio e crescimento espiritual.
Perdoai as nossas ofensas, assim como perdoamos aos nossos ofensores. Ensinaste-nos a fazer aos outros o que gostaríamos q os outros nos fizessem, isto é, fazer o bem e não o mal. Encontramos, aí, aquele Princípio Universal de proceder, mesmo nas menores ações.
Não nos deixeis cair em tentação e livrai-nos do mal , pois estás conosco em todos os momentos nos ajudando a levantar de nossas quedas e a seguir em frente. Auxilia-nos a sair dos momentos difíceis, sabendo que podeis contar também com nossas próprias forças, pois que nos formastes com a vossa Essência Divina, colocando em nós mesmos os recursos nutrientes e curativos necessários ao nosso soerguimento.
De suas mãos Amorosas, Deus Pai, é que depende toda a VIDA. Ampara-nos hoje e   Sempre.                      
Assim Seja !!!

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Parceria entre blogs

Ofereço este selo a quem passar por aqui, foi criado e oferecido pela amiga do blog http://artesbysiglea.blogspot.com/

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Gosto de dizer. Direi melhor: Gosto de palavrar. As palavras são para mim corpos tocáveis, sereias visíveis, sensualidades incorporadas.
Fernando Pessoa

Fonte:http://palavrearintenso.blogspot.com/

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Passo a passo

Não receies atende
ao dever que abraçaste


                              Nem sempre acertarás
                              mas corrige-te e anda


Faze o bem que puderes
serve, constrói, semeia...


                             Tropeçarás talvez
                             em pedras que não vias...


Talvez caias por vezes
mas ergue-te e prossegue


                         Tudo pode mudar
                         menos o amor de Deus



Não te magoes por a rosa ter espinhos; alegra-te porque o espinho tem a rosa.

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

"Quem adoece primeiro: O corpo ou a alma?



A alma não pode adecer, porque é o que há de perfeito em ti, a alma evolui, aprende.

Na realidade, boa parte das enfermidades são exatamente o contrário: são a resistência do corpo emocional e mental à alma. Quando nossa personalidade resiste aos desígnios da alma, adoecemos.

A Saúde e as Emoções
Há emoções prejudiciais à saúde? Quais são as que mais nos prejudicam?

70 por cento das enfermidades do ser humano vêm do campo da consciência emocional. As doenças muitas vezes procedem de emoções não processadas, não expressadas, reprimidas. O medo, que é a ausência de amor, é a grande enfermidade, o denominador comum de boa parte das enfermidades que temos hoje. Quando o temor se congela, afeta os rins, as glândulas suprarrenais, os ossos, a energia vital, e pode converter-se em pânico.

Então nos fazemos de fortes e descuidamos de nossa saúde?

De heróis os cemitérios estão cheios. Tens que cuidar de ti. Tens teus limites, não vás além. Tens que reconhecer quais são os teus limites e superá-los, pois, se não os reconheceres, vais destruir teu corpo.

Como é que a raiva nos afeta?

A raiva é santa, é sagrada, é uma emoção positiva, porque te leva à autoafirmação, à busca do teu território, a defender o que é teu, o que é justo. Porém, quando a raiva se torna irritabilidade, agressividade, ressentimento, ódio, ela se volta contra ti e afeta o fígado, a digestão, o sistema imunológico.
Então a alegria, ao contrário, nos ajuda a permanecer saudáveis?

A alegria é a mais bela das emoções, porque é a emoção da inocência, do coração e é a mais curativa de todas, porque não é contrária a nenhuma outra. Um pouquinho de tristeza com alegria escreve poemas. A alegria com medo leva-nos a contextualizar o medo e a não lhe darmos tanta importância.

A alegria acalma os ânimos?

Sim, a alegria suaviza todas as outras emoções, porque nos permite processá-las a partir da inocência. A alegria põe as outras emoções em contrato com o coração e dá-lhes um sentido ascendente. Canaliza-as para que cheguem ao mundo da mente.

E a tristeza?

A tristeza é um sentimento que pode te levar à depressão quando te deixas envolver por ela e não a expressas, porém ela também pode te ajudar. A tristeza te leva a contatares contigo mesmo e a restaurares o controle interno. Todas as emoções negativas têm seu próprio aspecto positivo. Tornamo-las negativas quando as reprimimos.

Convém aceitarmos essas emoções que consideramos negativas como parte de nós mesmos?

Como parte para transformá-las, ou seja, quando se aceitam, fluem, e já não se estancam e podem se transmutar. Temos de as canalizar para que cheguem à cabeça a partir do coração.

Que difícil!

Sim, é muito difícil. Realmente as emoções básicas são o amor e o medo (que é ausência de amor), de modo que tudo que existe é amor, por excesso ou deficiência. Construtivo ou destrutivo. Porque também existe o amor que se aferra, o amor que superprotege, o amor tóxico, destrutivo.

Como prevenir a enfermidade?

Somos criadores, portanto creio que a melhor forma é criarmos saúde. E, se criarmos saúde, não teremos que prevenir nem combater a enfermidade, porque seremos saúde.

E se aparecer a doença?

Teremos, pois, de aceitá-la, porque somos humanos. Krishnamurti também adoeceu de um câncer de pâncreas e ele não era alguém que levasse uma vida desregrada. Muita gente espiritualmente muito valiosa já adoeceu. Devemos explicar isso para aqueles que creem que adoecer é fracassar. O fracasso e o êxito são dois mestres e nada mais. E, quando tu és o aprendiz, tens que aceitar e incorporar a lição da enfermidade em tua vida. Cada vez mais as pessoas sofrem de ansiedade. A ansiedade é um sentimento de vazio, que às vezes se torna um oco no estômago, uma sensação de falta de ar. É um vazio existencial que surge quando buscamos fora em vez de buscarmos dentro. Surge quando buscamos nos acontecimentos externos, quando buscamos muleta, apoios externos, quando não temos a solidez da busca interior. Se não aceitarmos a solidão e não nos tornarmos nossa própria companhia, sentiremos esse vazio e tentaremos preenchê-lo com coisas e posses. Porém, como não pode ser preenchido de coisas, cada vez mais o vazio aumenta.

Então, o que podemos fazer para nos libertarmos dessa angústica?

Não podemos fazer passar a angústia comendo chocolate ou com mais calorias, ou buscando um príncipe azul fora. Só passa a angústia quando entras em teu interior, te aceitas como és e te reconcilias contigo mesmo. A angústia vem de que não somos o que queremos ser, muito menos o que somos, de modo que ficamos no “deveria ser”, e não somos nem uma coisa nem outra.  O estresse é outro dos males de nossa época. O estresse vem da competitividade, de que quero ser perfeito, quero ser melhor, quero ter uma aparência que não é minha, quero imitar. E realmente só podes competir quando decides ser um competidor de ti mesmo, ou seja, quando queres ser único, original, autêntico e não uma fotocópia de ninguém.
O estresse destrutivo prejudica o sistema imunológico. Porém, um bom estresse é uma maravilha, porque te permite estar alerta e desperto nas crises e poder aproveitá-las como oportunidades para emergir a um novo nível de consciência.

O que nos recomendaria para nos sentirmos melhor com nós mesmos?

A solidão. Estar consigo mesmo todos os dias é maravilhoso. Passar 20 minutos consigo mesmo é o começo da meditação, é estender uma ponte para a verdadeira saúde, é aceder o altar interior, o ser interior. Minha recomendação é que a gente ponha o relógio para despertar 20 minutos antes, para não tomar o tempo de nossas ocupações. Se dedicares, não o tempo que te sobra, mas esses primeiros minutos da manhã, quando estás rejuvenescido e descansado, para meditar, essa pausa vai te recarregar, porque na pausa habita o potencial da alma.

O que é para você a felicidade?

É a essência da vida.É o próprio sentido da vida. Encarnamos para sermos felizes, não para outra coisa. Porém, felicidade não é prazer, é integridade. Quando todos os sentidos se consagram ao ser, podemos ser felizes. Somos felizes quando cremos em nós mesmos, quando confiamos em nós, quando nos empenhamos transpessoalmente a um nível que transcende o pequeno eu ou o pequeno ego. Somos felizes quando temos um sentido que vai mais além da vida cotidiana, quando não adiamos a vida, quando não nos alienamos de nós mesmos, quando estamos em paz e a salvo com a vida e com nossa consciência.

Viver o Presente.

É importante viver no presente? Como conseguir?

Deixamos ir-se o passado e não hipotecamos a vida às expectativas do futuro quando nos ancoramos no ser e não no ter.
Eu digo que a felicidade tem a ver com a realização, e esta com a capacidade de habitarmos a realidade.
E viver em realidade é sairmos do mundo da confusão.

Na sua opinião, estamos tão confusos assim?

Temos três ilusões enormes que nos confundem.
Primeiro cremos que somos um corpo e não uma alma, quando o corpo é o instrumento da vida e se acaba com a morte.
Segundo, cremos que o sentido da vida é o prazer, porém com mais prazer não há mais felicidade, senão mais dependência. Prazer e felicidade não são o mesmo. Há que se consagrar o prazer à vida e não a vida ao prazer.
A terceira ilusão é o poder; cremos ter o poder infinito de viver.

E do que realmente necessitamos para viver? Será de amor, por acaso?

O amor, tão trazido e tão levado, e tão caluniado, é uma força renovadora.
O amor é magnífico porque cria coesão. No amor tudo está vivo, como um rio que se renova a si mesmo. No amor a gente sempre pode renovar-se, porque ordena tudo. No amor não há usurpação, não há deslocamento, não há medo, não há ressentimento, porque quando tu te ordenas porque vives o amor, cada coisa ocupa o seu lugar, e então se restaura a harmonia.
Agora, pela perspectiva humana, nós o assimilamos com a fraqueza, porém o amor não é fraco. Enfraquece-nos quando entendemos que alguém a quem amamos não nos ama.
Há uma grande confusão na nossa cultura. Cremos que sofremos por amor, porém não é por amor, é por paixão, que é uma variação do apego. O que habitualmente chamamos de amor é uma droga. Tal qual se depende da cocaína, da maconha ou da morfina, também se depende da paixão. É uma muleta para apoiar-se em vez de levar alguém no meu coração para libertá-lo e libertar-me. O verdadeiro amor tem uma essência fundamental que é a liberdade, e sempre conduz à liberdade. Mas às vezes nos sentimos atados a um amor. Se o amor conduz à dependência é Eros. Eros é um fósforo, e quando o acendes ele se consome rapidamente em dois minutose já te queimas o dedo. Há amores que são assim, pura chispa. Embora essa chispa possa servir para acender a lenha do verdadeiro amor. Quando a lenha está acesa, produz fogo. Esse é o amor impessoal, que produz luz e calor.

Pode nos dar algum conselho para alcançarmos o amor verdadeiro?

Somente a verdade. Confia na verdade; não tens que ser como a princesa dos sonhos do outro, não tens que ser nem mais nem menos do que és. Tens um direito sagrado, que é o direito de errar; tens outro, que é o direito de perdoar, porque o erro é teu mestre.
Ama-te, sê sincero contigo mesmo e leva-te em consideração.
Se tu não te queres, não vais encontrar ninguém que possa te querer. Amor produz amor. Se te amas, vais encontrar amor. Se não, vazio. Porém nunca busques migalhas, isso é indigno de ti. A chave então é : amar-se a si mesmo e ao próximo como a ti mesmo. Se não te amas a ti, não amas a Deus, nem a teu filho, porque estás te apegando,estás condicionando o outro. Aceita-te como és; não podemos transformar o que não aceitamos, e a vida é uma corrente permanente de transformações. "

Cordiais saudações.