{ }

Seguidores

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Poema do amigo aprendiz


Não sei se deu para visualizar bem o poema de Fernando Pessoa que coloquei sobre a foto, e, achando-o tão lindo e oportuno posto-o novamente, e ofereço a todos os que passarem por aqui: amigos.

Quero ser o teu amigo. Nem demais e nem de menos.
Nem tão longe e nem tão perto.
Na medida mais precisa que eu puder.
Mas amar-te sem medida e ficar na tua vida,
Da maneira mais discreta que eu souber.
Sem tirar-te a liberdade, sem jamais te sufocar.
Sem forçar tua vontade.
Sem falar, quando for hora de calar.
E sem calar, quando for hora de falar.
Nem ausente, nem presente por demais.
Simplesmente, calmamente, ser-te paz.
É bonito ser amigo, mas confesso é tão difícil aprender!
E por isso eu te suplico paciência.
Vou encher este teu rosto de lembranças,
Dá-me tempo, de acertar nossas distâncias...


Fernando Pessoa

Um comentário:

Tia Ném disse...

Thaíza, que coisinha mais linda seu blog! Amei!!! Adoro fotografias, vivo tirando fotos, vou postar em outro blog junto com meus selinhos. Já publiquei meu selinho, passa lá prá vc ver. Obrigada! Bjs: Tia Ném.